Como manter um relacionamento saudável e sem ciúme

Publicidade:

 

O amor é um sentimento difícil de explicar. Profundo e complexo, que em sua  avalanche de emoções e sensações, não comunica sua chegada e, às vezes, pode até não chegar para algumas pessoas. Não tem hora marcada, parceiro perfeito ou fórmula que defina quanto tempo vai durar ou que estabeleça que as duas pessoas se amem da mesma forma.

Ciúmes

Os efeitos do amor nas pessoas apaixonadas são inexplicáveis: euforia, alegria, saudade e, ao mesmo tempo, nervosismo, aflição e ansiedade. Claro que, quando correspondido, o amor é muito mais benéfico. Dizem que quando se ama tudo fica mais leve e fácil. No entanto, é preciso saber preservá-lo. Em um relacionamento, muitas dificuldades podem interferir na intensidade dos sentimentos.Ciúmes-e-o-Amor

As dificuldades podem ser financeiras, sociais ou emocionais. Nenhuma pessoa é igual à outra. Cada um pensa e, expressa-se de uma maneira e cada qual tem seus gostos e manias. É então que entra o respeito à individualidade. Sem ele, a vida conjugal torna-se pesada. O equilíbrio entre ceder e mudar é fundamental. As mudanças no dia-a-dia podem ocorrer de forma sensível em certas questões, mas não se pode transformar uma pessoa por completo. Ela é como é e se percebe isso durante o tempo de namoro ou vivendo juntos.Ciúmes-Ruim

Publicidade:

►►►  Como manter equilíbrio nas relações familiares em tempos de internet

Mas é importante saber que é possível tornara vida a dois  equilibrada e muito mais felizCiúmes-Sentimento

Aliada à individualidade, vem o diálogo. Se houver conversa, pode-se chegar a um consenso. O acordo leva à harmonia na vida a dois, apesar de todas as dificuldades, porque o casal sabe que sempre há uma saída quando se age com civilidade. O amadurecimento está aí inserido e é o que dá forças para seguir adiante, com otimismo. Isso vale para casais que estão juntos há um ano ou há 20 anos.

Não se pode permitir que o desânimo ultrapasse os limites. Haverá dias em que um estará mais aborrecido, mais entristecido. Não se controlam os sentimentos. Contudo, é preciso saber dosar o humor para que isso não se torne um hábito. Quando um está menos animado, o outro deve buscar maneiras de levantar o astral do companheiro. Ir a um lugar diferente, visitar um casal de amigos, planejar uma viagem, fazer um piquenique, caminhar de mãos dadas no parque, preparar uma surpresa. O importante é pensar em algo que ambos gostem muito de fazer ou que não fazem há muito tempo.Como-Lidar-Com-o-Ciúmes

Improvisar, inovar e surpreender. Estas  são algumas das atitudes simples que devem ser tomadas no dia a dia, para evitar que o amor, o afeto e o respeito, sentimentos nutridos por ambos, caiam no esquecimento ou sejam deixadas de lado. Por exemplo, dar um telefonema em uma hora não esperada, entregar uma flor, agendar um almoço em um local especial, entregar um cartão de amor em um dia inesperado. Para valorizar quem se ama, não é necessária uma data específica. Toda data pode ser especial.

►►►  A importância da amizade nas relações como saber valorizar e quebrar tabus

Diante desse contexto, você sabe qual é o seu tipo de relacionamento com o seu parceiro (a)? Saber isso, também é um dos truques mais saudáveis para se manter um relacionamento conjugal em equilíbrio.Controlar-o-Ciúmes

Possessivo, neurótico, competitivo, liberal, romântico? Independente de qual seja a resposta, os ciúmes são um dos maiores problemas nos relacionamentos. Como tudo na vida, deve haver o meio-termo, o equilíbrio para que nada seja demais ou de menos.

Os ciúmes são saudáveis quando moderados, quando se sente que a pessoa se importa com a outra, no entanto,  a partir do momento que começa a limitar os passos da outra pessoa, que os questionamentos aumentam e parecem querer saber mais do que realmente existe, a fronteira do que é normal já foi ultrapassado. Mas como estabelecer esse limite? Quando a pessoa com esse sentimento em excesso percebe que, em vez de ajudar, os ciúmes estão atrapalhando o relacionamento?
Mulher-Mexendo-no-Celular-do-MaridoO diálogo, a conversa amigável, deve ser a primeira tentativa para impedir que esse sentimento cresça a ponto de interferir no bom relacionamento. As pessoas são diferentes; isso é necessário ficar claro para que um possa compreender o outro. A visão sobre determinada situação será quase sempre distinta.

►►►  Como devem ser os relacionamentos entre gestores e colaboradores? É possível manter apenas uma relação profissional?

Os ciúmes trazem sofrimento para ambas as pessoas no relacionamento. Sufocam, intimidam e, por vezes, acabam forçando a pessoa a mentir sem necessidades. Mente por receio de machucar o companheiro ou a companheira amada, por temer a reação de algo que precisa contar. Quando a relação chega a esse ponto, perde-se o elo que as ligava tão fortemente: o respeito. A confiança precisa existir. Ela fortalece o amor e a amizade entre dois seres humanos.Sentimento-de-Ciúmes

Brigas, ofensas, não são construtivas. Discussões e polêmicas amigáveis e civilizadas, sim, merecem espaço na relação. Também não é saudável um sempre concordar com o outro, a fim de evitar um enfrentamento. As opiniões e pontos de vista são diversos e devem ser estimulados. O casal precisar conversar e mostrar seus conceitos e ideias para chegar a um consenso. Mas, antes de tudo, a individualidade e o espaço de cada um devem ser preservados.
Sentir-Ciúmes Sinto-Ciúmes

Você também vai gostar desses...