Árvores: Quais características do Pinheiro e seu cultivo

Publicidade:

Os pinheiros ou pinaceaes são árvores de médio e grande porte que pertencem à família das pinaceae, as quais são por tradição incluídas no grupo das imnospérmicas. Plantados em diversos locais do mundo – América do Norte, Eurásia, Portugal, Escócia, Rússia, Japão, Himalaia, África, cruzaram os continentes e também chegaram aqui, no Brasil, embora muitas árvores que são denominadas “pinheiros” aqui no país pertençam à família das araucárias.

Árvores do tipo perene, ou seja, que possuem vida longa, mesmo depois de passarem por estações de renovação. Suas folhas, diferente de outras plantas, não caem, persistem e resistem ao tempo. Os pinheiros são também resinosos. De seus caules, se estiverem com alguns cortes na casca, saem resinas – característica típica de árvores coníferas. De casca grossa e escamosa. Seus brotos são produzidos em inflorescência bem regular, em anéis espiralados.Pinheiro-2

Há, basicamente, quatro os tipos de folhas dos pinheiros: folhas de sementes, quando ainda são em fase de crescimento, folhas de juvenis, quando estão no processo de crescimento, maturação; folhas protetoras, quando já estão em nítido desenvolvimento para a chegada da fase adulta e as folhas adultas ou agulhas verdes, as quais iniciam a rebentação, podendo ter vida saudável por mais 5 décadas, de acordo com a espécie e local onde está cultivado. Pinheiro-6

►►►  Tudo sobre o Palmito Jussara Um Tipo de Pupunha

Sua reprodução é monoica – ou seja – numa mesma árvore ocorrem os cones femininos e os masculinos para que sejam reproduzidos, posteriormente. Maduros, os cones podem atingir até 60 centímetros de comprimento, sendo que machos são menores em relação aos femininos. As sementes dos pinheiros são levadas por pássaros que se encarregam de fazer a dispersão.Pinheiro-11

Há grande quantidade de resina em seu caule, por isso são frequentes as queimadas em região onde há o cultivo de pinheiros. A substância que se desprende do caule vai ao chão, e ajuda a propagar o fogo mais rapidamente. Não é, pois, aconselhável, a plantação de pinheiros em regiões de secas constantes.

Apreciam também o solo ácido, mas alguns podem se desenvolver muito bem em solos mais calcários. Algumas subespécies aceitam bem os solos mais encharcados. Adaptam-se relativamente bem a quaisquer condições climáticas. Reprimirem o crescimento de plantas daninhas, por isso também são muito cultivados em casas que tenham jardins mais robustos.Pinheiro-8

►►►  Dicas de como cultivar o Cipó de São João

Dos pinheiros ainda se extrai a terebintina e outros óleos essenciais para uso na indústria químico – farmacêutica. São, portanto, muito comercializados, em particular na indústria que fabrica a celulose.

Pinheiro-4 Pinheiro-7 Pinheiro-5 Pinheiro-3 Pinheiro-9 Pinheiro-10 Pinheiro-12 Pinheiro-13

CPIN8 SÃO PAULO SP 18/11/2009 PLANTAÇAO PINHEIROS PARA O NATAL  GERAL Plantação de Túlias no sítio Mauricio Bueno no bairro de Parelheiros na zona Sul . A planta é usada como árvore de natal natural.  FOTO: Clayton de Souza/AE

Pinheiro-16 Pinheiro-17

Publicidade:

Você também vai gostar desses...